Adivinha – Primavera

R$18,00

Produto digital

Qual é a uma das melhores maneiras de passar um tempo divertido em família? Adivinha?! Jogos de tabuleiros! Desde sempre eles têm reunido as famílias em momentos de diversão e conexão. Eu mesma guardo doces memórias das jogatinas de banco imobiliário, baralho, uno, dama nas tardes de domingo com meus pais. Que tal criar algumas memórias afetivas por aí também? E sabe o que é mais marcante do que jogar em família? É fazer o próprio jogo em família! Baixe, imprima, monte e jogue muito!

 

Idade referencial: 6 a 104 anos
Habilidades exercitadas:
– Concentração
– Raciocínio
– Memória
– Linguagem (nomeação de objetos)

Número de páginas do arquivo: 7
Grau de dificuldade de montagem: médio/difícil
Conteúdo do arquivo:
– tabuleiros tamanho A4 com 16 imagens e local para colocar figura secreta
– 16 cartas com figuras aquareladas (4x4cm)
–  Carta de regras
– Orientações para impressão e montagem

Material necessário para montagem:
– cola
– tesoura e estilete
– impressão do arquivo em papel de gramatura 180g ou maior.

Dica! Caso, não tenha as folhas de papel na gramatura indicada, cole o material em uma cartolina ou papel cartão

Instruções de montagem: Todas as instruções para a montagem dos tabuleiros  encontram-se detalhadas em um arquivo que você receberá juntamente com o arquivo do  jogo.

Objetivo do jogo: 

“Adivinha – Primavera”  é um jogo de tabuleiro com o objetivo de descobrir a figura do seu adversário por meio de perguntas de raciocínio lógico. É um jogo simples inspirado no tradicional jogo “Cara a Cara”  que convida toda a família a exercitar a capacidade de raciocínio, memória e dedução enquanto se divertem muito. 

Como jogar?
Cada jogador deve escolher um tabuleiro e colocar as cartas levantadas e viradas para si. Após isso, cada um deverá escolher uma carta rosa, sem que o adversário a veja, e colocá-la na fenda do tabuleiro também voltada para si. Os jogadores deverão adivinhar qual é a figura na carta rosa do seu adversário. Para isso, um jogador deverá fazer perguntas ao outro. As perguntas deverão ser sobre as características da figura. A medida em que as perguntas são feitas os jogadores vão eliminando (abaixando) as figuras do próprio tabuleiro que não condizem com as dicas dadas pelas respostas do adversário. Só se pode fazer uma pergunta por vez e com respostas de sim ou não.

Vale lembrar!

– Relativize a perfeição e deixe as crianças colocarem a mão na massa! Construir o próprio brinquedo é uma fase importante do brincar que as crianças de hoje raramente têm a possibilidade de vivenciar.

– Importante! Não se prenda a questão da faixa etária. Se a criança se interessou pelo material, interagiu com o material, mesmo que não seja da forma idealizada, e se divertiu! Perfeito! Esse é o objetivo. O aprendizado é consequência e ocorre de forma natural quando criamos possibilidades. Então, crie a possibilidade!

Avaliações


Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.