O BBB 21 tem povoado as rodas de discussões sobre temas muito polêmicos na sociedade. Na noite passada, mais uma vez a participante Karol Conká protagonizou uma situação que gerou grande repercussão: com fortes investidas na paquera ao participante Bill, levantou-se o questionamento de quando a cantada excede e vira assédio.

E as crianças? Elas podem ter autonomia para decidir quem e como deve ser o contato social e físico com elas? Elas se sentem seguras e acolhidas para reagir a determinadas abordagens ou “brincadeiras” que passam do que elas consideram seguro e agradável, trazendo um desconforto nada saudável no seu desenvolvimento emocional?

A expectativa social é de que a criança seja sempre fofa e receptiva aos carinhos dos adultos. Por aqui, tenho uma pequena que sempre foi super carinhosa comigo, maaaasss é muito criteriosa quanto ao contato com outras pessoas. Percebi isso desse quando ela era bebê.

Eu nunca obriguei que ela desse beijo e abraço. Cumprimentar gentilmente, sim, faz parte da nossa conduta social. Mas sempre a deixei expressar seu descontentamento aos toques de estranhos. Já tiveram muitos velhinhos assustados no supermercado após fazer um carinho na cabeça dela. Ela falava “Não pode!”, limpando a cabeça com as mãos e encarando brava o senhor que invadiu seu espaço pessoal. Os velhinhos olhavam para mim com um olhar tipo, não vai educar sua filha? E eu pensava… Estou educando!

Eu recebia esse mesmo olhar de muitas pessoas próximas que recebiam dela um “Não, obrigada!” a oferta carinhosa de um beijo ou abraço.

Eu eduquei a Alice para que ela se sinta no direito e seja capaz de falar quando algo a incomode. Que ela sinta que o corpinho dela é sagrado e que só ela pode autorizar o toque, seja ele de quem for.

Vacinas sempre foram um problema! Imagina quanto tempo eu gastava para manter a minha coerência educacional. E confesso, nem sempre foi possível, mas havia muita conversa e explicação sobre o porque ela precisava tomar a vacina.

E por aí, você permite que seus filhos possam ter autonomia para decidir os limites de contato físico com outras pessoas?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Abir chat
Precisa de ajuda?

Nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site (por meio de análise), mostrar a você conteúdo de mídia social e anúncios relevantes. Por favor, veja nossa página Política de privacidade para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher quais tipos de cookies permitem neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FuncionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para deixar nosso site funcionar

AnalíticaNosso site usa cookies analíticos para tornar possível analisar nosso site e otimizar com o propósito de a.o. a usabilidade.

Envio de mensagensNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros como YouTube e FaceBook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

PublicidadeNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OutroNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são Analíticos, Mídias Sociais ou Publicidade.